Seus olhos tremem?

Sintomas, causas, tratamento e prevenção

Embora seja geralmente benigno, o espasmo pode ocorrer de repente e é considerado altamente irritante. Os médicos chamam de fasciculação, mas é conhecido popularmente como espasmo. MELHOR VISÃO explica as causas, como podemos relaxar nossos olhos para interromper os espasmos e o que podemos fazer para preveni-los.

Sabemos que nossas pálpebras se movem regularmente e garantem que nossos olhos sejam cobertos com filme lacrimal suficiente. No entanto, se suas pálpebras estiverem se movendo de maneira rápida e irregular, como se estivessem tremulando, algo não está certo e há uma série de possíveis causas para isso. Em geral, não há motivo para preocupação.

Sintomas:

Se você perceber que seus olhos começaram a tremer, não entre em pânico. Na verdade, apenas um olho está tremendo. O espasmo pode ocorrer de diversas maneiras, você pode nem perceber, ou sua pálpebra superior ou inferior pode estar fora de controle. Espasmos são normalmente benignos, mesmo que durem vários dias.

Causas:

O espasmo é geralmente provocado por estresse, nervosismo, ansiedade, excesso de cafeína, cansaço ocular (p. ex., devido ao uso do computador no trabalho ou à utilização excessiva de dispositivos digitais), pressão arterial elevada ou falta de sono. Todos esses fatores sobrecarregam os nervos e podem provocar espasmos musculares involuntários ao redor dos olhos. Para ser mais exato, as descargas nervosas dos nervos faciais (Nervus facialis) provocam espasmos involuntários da pálpebra superior (Musculus levator palpebrae superioris) e da pálpebra inferior (Musculus orbicularis oculi).

Uma outra causa comumente citada é a deficiência de minerais, geralmente de magnésio (hipomagnesemia). O magnésio é importante para garantir uma boa comunicação entre músculos e nervos. Quando há uma deficiência, os nervos podem enviar sinais errados para os músculos. Isso também pode provocar cãibras nas pernas, além dos espasmos. A deficiência de magnésio é geralmente provocada por hábitos alimentares pouco saudáveis ou refeições desequilibradas, mas diarreias e dietas também são causas possíveis. Além disso, nosso corpo às vezes precisa de mais magnésio; por exemplo, na gravidez ou ao praticar exercícios físicos com regularidade. Diabetes, doença renal crônica, doença celíaca (intolerância ao glúten) e abuso de bebidas alcoólicas também podem resultar em deficiência de magnésio. Seu clínico geral pode descobrir se você apresenta deficiência de magnésio por meio de um exame de sangue simples.

Em alguns casos mais raros, os espasmos podem ser provocados por infecções ou distúrbios neurológicos. Outras possíveis causas para os espasmos são: corpos estranhos nos olhos, conjuntivite, inflamação da margem palpebral ou pequenas lesões na córnea (resultantes, por exemplo, da colocação incorreta de lentes de contato). Se além dos espasmos você observar sinais de paralisia e distúrbios da fala ou da visão (como visão dupla), você deve consultar um médico imediatamente, pois podem ser os primeiros sinais de um infarto ou AVC.

Tratamento:

Para aliviar sintomas mais intensos, use um pano embebido em água quente. Mantenha o pano sobre a pálpebra por cinco a dez minutos, pois o calor pode relaxar seus músculos a ponto do espasmo diminuir. Óculos ou máscaras com gel podem surtir um efeito semelhante. Eles podem ser adquiridos em farmácias ou varejistas de produtos de beleza e saúde, e podem ser aplicados frios ou quentes. Massagear gentilmente a pálpebra também pode aliviar os sintomas. Se o espasmo for provocado por deficiência de magnésio, o problema pode ser solucionado com a ingestão de alimentos ricos em magnésio. Alguns alimentos que contêm esse mineral são: amendoim, nozes, espinafre, sementes de girassol, painço, arroz, feijão, aveia e água mineral enriquecida com magnésio. Suplementos de magnésio também podem aliviar o espasmo intenso com rapidez.

 

De maneira geral, se você não sofre de espasmos frequentes, não precisa se preocupar em fazer um tratamento. Você só precisa consultar um médico se sofrer espasmos durante várias semanas, ou se os espasmos piorarem. Nesse caso, é aconselhável consultar um médico. Um oftalmologista pode descobrir se os espasmos estão sendo provocados por alguma deficiência visual. Se não for tratada, mesmo uma pequena deficiência pode resultar em um esforço excessivo dos olhos, provocando espasmos. Se não houver evidências de uma deficiência, você deve consultar um neurologista para descartar doenças neurológicas.

Teste de visão on-line da ZEISS Como você percebe contraste e cores? Teste sua visão aqui de forma rápida e simples!

Prevenção:

Há várias maneiras de se evitar os espasmos, dependendo da causa. Se os espasmos forem provocados por estresse, excesso de cafeína, má alimentação ou falta de sono, basta corrigir essas questões para evitar o incômodo. O estresse físico ou mental pode ser combatido com técnicas de relaxamento. Existem inúmeras maneiras de relaxar, como por meio de exercícios de relaxamento orientados por profissionais, yoga, meditação, prática de esporte, mais tempo de sono, músicas relaxantes ou longas caminhadas. Massagens também ajudam, seja na parte afetada do olho, na cabeça ou nas costas. Se você passa muito tempo trabalhando no computador e seus espasmos forem provocados por fadiga ocular digital, existem óculos para usuários de computador que podem ajudar na prevenção.

Perfil da minha visão Identifique agora seus hábitos visuais pessoais e encontre a melhor solução em lentes para você.
Encontre uma ótica ZEISS perto de você.

Artigos relacionados

Como encontrar um bom ótico? Vamos contar para você o que é importante – do primeiro exame dos olhos até o ajuste das lentes
Glaucoma, catarata, AMD etc.: doenças dos olhos e como identificá-las a tempo Sintomas, causas e tratamentos rápidos.

Saúde e prevenção 21/11/2017

Tags:

Tratamentos de lentes: tratamento antirreflexo, camada rígida, CleanCoat etc. Quais são os tratamentos de lentes existentes e quais as diferenças na qualidade? Quais são os benefícios dos tratamentos de lentes?
Olhos secos – o que fazer quando eles queimam e coçam? Olhos secos são um motivo que faz as pessoas irem ao oftalmologista. E quem bom que existe tratamento!

Saúde e prevenção 01/11/2017

Tags:

Produtos relacionados