Como reconhecer problemas de visão

Miopia, hipermetropia, astigmatismo etc. – quais são os problemas visuais e como corrigi-los?

Miopia, hipermetropia, astigmatismo etc. – os problemas de visão podem ter muitas formas. As pessoas muitas vezes percebem os problemas de visão, mas às vezes eles parecem surgir do nada, o que torna o comprometimento visual mais difícil de suportar. Para os míopes, é difícil ver coisas à distância, ao passo que os hipermetropes têm dificuldade de ver objetos muito próximos. A visão digital, olhar para um smartphone, laptop etc. – tudo isso transformou os nossos hábitos visuais e afeta a nossa visão. É por isso que um número cada vez maior de pessoas está se queixando de fadiga ocular digital ou problemas de visão ao dirigir. MELHOR VISÃO explica: Quais são os problemas visuais, quais são suas causas e o que ajuda a recuperar uma visão ótima?

Ao longo da vida, podemos enfrentar uma imensidão de desafios visuais. A maior parte deles não tem grandes consequências e podem ser corrigidos com o uso de óculos. É o caso da miopia, da hipermetropia, da presbiopia e do astigmatismo, para mencionar só alguns. Este artigo se concentra nesses problemas de visão mais comuns. No entanto, em alguns casos específicos, a cirurgia pode ser uma boa opção. Clique aqui para ler sobre tudo o que você precisa saber sobre as doenças dos olhos mais comuns…

Como funciona um olho saudável

Para entender melhor a miopia e a hipermetropia, precisamos compreender como vemos. Para que possamos ver as coisas com nitidez, é preciso que elas sejam projetadas na retina – não na frente nem atrás dela. Vários fatores estão envolvidos nesse processo, como o comprimento do globo ocular e a curvatura da lente do cristalino e da córnea. Se a inter-relação entre esses elementos deixa de funcionar como deveria, as pessoas se tornam míopes ou hipermetropes.

Miopia (visão curta)

Como a miopia se manifesta?
Na miopia, os objetos distantes parecem turvos e objetos muito próximos são bem nítidos.

O que causa a miopia?
Há algumas causas. A mais comum é um globo ocular excessivamente longo (miopia de eixo). A luz que entra não forma um feixe sobre a retina, mas na frente dela. O resultado? A visão torna-se turva. Em casos raros, isso causa miopia refrativa. Nesse tipo de miopia, o comprimento do globo ocular é normal, mas a córnea ou a lente do cristalino são curvas demais. Por isso, a imagem é projetada não na retina, mas na sua frente – e é percebido como turva. Você sabia que a palavra miopia vem do vocábulo grego myops, que significa “olhos fechados?” Sem óculos, muitos míopes apertam os olhos ao olhar à distância, para ver com mais nitidez – daí a expressão. 

Olho com visão normal

Olho com miopia

O que corrige a miopia?

Em geral, um par de óculos ou lente de contato para longe pode ajudar você a ver com clareza ao olhar para objetos à distância. O seu oftalmologista pode realizar um teste de visão para identificar rapidamente se você tem miopia e indicar o melhor tratamento para o seu caso. A cirurgia a laser é outra forma de corrigir miopia, hiperopia e astigmatismo.

Hiperopia ou hipermetropia (visão longa)

Como a hipermetropia se manifesta?
Ver coisas próximas é cansativo. Para as pessoas hipermetropes, os objetivos muito próximos normalmente parecem turvos. Muito tempo lendo, realizando pequenas tarefas de manutenção doméstica ou olhando para uma tela sem a ajuda de óculos muitas vezes causa dor de cabeça. Embora as pessoas com hipermetropia possam ver nitidamente objetos à distância, seus olhos normalmente requerem algum tempo para se ajustar da visão de perto para a visão de longe.

O que causa a hipermetropia?
A causa mais frequente – e quase sempre genética – da hipermetropia é o globo ocular ser pequeno demais (hipermetropia de eixo). Na hipermetropia, o olho, relaxado, não consegue formar a imagem de objetos muito próximos na retina, formando-a atrás dele, o que causa à percepção do objeto como turvo. A hipermetropia refrativa é muito mais rara. Nela, o comprimento do globo ocular é normal, mas a córnea ou a lente do cristalino não são suficientemente curvas para ver objetos muito próximos com nitidez. Isso Também ocorre na ausência da lente do cristalino. O problema pode ser genético, mas também pode ser causado por um acidente ou uma doença. 

Olho com visão normal

Olho com hipermetropia

O que corrige a hipermetropia?
Em geral, é possível corrigir a hipermetropia com lentes monofocais, óculos para leitura ou lentes de contato bem ajustadas, para recuperação da nitidez da visão de objetos muito próximos. O seu oftalmologista pode realizar um teste de visão para identificar rapidamente se você tem hipermetropia e oferecer os óculos corretos para o seu caso. 

Presbiopia

Como a presbiopia se manifesta?
Letras impressas miúdas são um grande desafio e é necessário tomar distância para ler o texto. A leitura em ambientes com pouca iluminação exige muito dos olhos, símbolos e texto na tela de um smartphone parecem turvos e alternar a visão de objetos muito próximos para objetos distantes torna-se cada vez mais difícil. Embora os sintomas da presbiopia sejam semelhantes aos da hipermetropia, a presbiopia, também chamada de vista cansada, só afeta pessoas com mais de 40 anos de idade e reflete o início do envelhecimento da musculatura ocular. Algumas pessoas notam o problema precocemente e outras, só quando ficam mais velhas. A miopia e a hipermetropia quase sempre são hereditárias. 

Presbiopia

O que causa a presbiopia?
A presbiopia ocorre com o processo de envelhecimento natural do olho, em geral a partir dos 40 anos de idade: a lente do cristalino perde a elasticidade e, por isso, não consegue mais focar bem objetos a diferentes distâncias. Isso dificulta muito a leitura, sobretudo de perto. 

Visão após os 40 anos

O que corrige a presbiopia?
Pessoas com presbiopia – e que não tenham outros problemas de visão, como miopia ou hipermetropia – normalmente podem usar lentes monofocais para ver os objetos próximos ou distantes, recuperando uma ótima visão. Para os portadores de presbiopia que também tenham miopia ou presbiopia e já usem óculos, porém, em geral a melhor opção são lentes multifocais: elas têm áreas corretivas com diferentes capacidades, o que possibilita visão muito nítida a qualquer distância. Lentes de contato multifocais e/ou progressivas podem ser usadas para corrigir a presbiopia. O seu oftalmologista pode realizar um teste de visão para verificar se você tem presbiopia e oferecer óculos ou lentes de contato para correção da visão.

Astigmatismo

Como a astigmatismo se manifesta?
No astigmatismo, objetos próximos e distantes são percebidos como distorcidos e turvos, é difícil visualizar detalhes e fontes de luz pontilhada parecem uma pequena linha ou barra. Muitas pessoas com astigmatismo também têm dificuldade de calcular distâncias corretamente.

O que causa o astigmatismo?
Em geral, o astigmatismo é genético. No astigmatismo, a curvatura de cada uma das córneas em diferentes direções, com variados graus de intensidade, compromete uma visão "consistente" e não distorcida. Na maior parte dos casos, o astigmatismo cursa com miopia ou hipermetropia. 

Olho com astigmatismo

O que corrige o astigmatismo?
É possível corrigir o astigmatismo com óculos, lentes de contato ou uma cirurgia. Os óculos dos portadores de astigmatismo têm um “cilindro”. Para saber se os seus óculos têm um desses cilindros, basta verificar a sua prescrição: os oftalmologistas usam a abreviação “cil” ou “cyl” para indicá-los. Um cilindro elimina a imagem turva, ou seja, devolve a visão normal para você. Dependendo do tipo de astigmatismo, é possível usar lentes de contato flexíveis ou rígidas. As lentes tóricas também são uma opção. As lentes de contato também têm um cilindro, que garante o equilíbrio da superfície curva. Elas também são conhecidas como lentes de contato cilíndricas. Também em caso de astigmatismo, o seu oftalmologista poderá realizar um teste de visão e lhe oferecer a solução perfeita de cuidados com os olhos. Se não for possível corrigir o seu problema de visão com óculos ou lentes de contato, outra opção de correção é a cirurgia. Conforme o diagnóstico, o seu oftalmologista pode recomendar o melhor cirurgião para tratar do seu caso. 

Fadiga ocular digital

Fadiga ocular digital

Como a fadiga ocular digital se manifesta?
A fadiga ocular digital, também conhecida como síndrome da visão no computador, se manifesta particularmente em pessoas com mais de 30 anos de idade, na forma de dor de cabeça e no pescoço, além de queimação ou excesso de cansaço nos olhos, durante ou após o uso de dispositivos digitais.

O que causa a fadiga ocular digital?
O uso de tecnologias digitais (como smartphones, leitores digitais e tablets) exige muito dos nossos olhos. Ao lidar com eles, nós nos aproximamos mais do que faríamos, por exemplo, para ler um livro. Ao mesmo tempo, em apenas uma fração de segundos, os nossos olhos alternam entre a visão de perto e de longe de telas pequenas – cheias de texto e informações – e retornam novamente a elas. Isso tensiona muito o músculo ciliar e a lente do cristalino do olho, que precisam se readaptar constantemente a diferentes distâncias para garantir o foco de visão. 

O que ajuda a combater a fadiga ocular digital?
Uma solução para quem sofre de fadiga ocular digital podem ser lentes para longe com apoio especial para os olhos na visão próxima, como as Lentes digitais ZEISS. Nossas lentes digitais ZEISS Precision também incluem, por padrão, essa tecnologia. Os dois tipos de lente foram desenvolvidas especialmente para dispositivos digitais, como leitores digitais e smartphones: uma otimização especial da área de visão próxima leva em consideração os movimentos típicos dos olhos e a pequena distância de leitura exigida por esses dispositivos. O design proporciona apoio ideal ao músculo ciliar, facilitando o foco de visão em objetos próximos e distantes.

Problemas de visão ao dirigir

Problemas de visão ao dirigir

Como a fadiga visual ao dirigir se manifesta?
Ver com nitidez ao dirigir é uma tarefa muito cansativa. Dirigir à noite, em condições de baixa iluminação ou com tempo ruim, cansa os nossos olhos, assim como os reflexos em estradas molhadas ou os dos faróis de veículos trafegando na sentido inverso. Isso pode causar uma sensação de insegurança ao dirigir e cansar excessivamente os olhos após uma viagem longa.

O que causa a fadiga ocular ao dirigir?
Precisamos alternar os olhos com frequência, para olhar para a rua, o navegador, os espelhos e o painel do carro. Condições climáticas ou de iluminação desfavoráveis muitas vezes dificultam a visão. A isso, soma-se ainda o ofuscamento irritante causado, por exemplo, pelos faróis de carros trafegando na direção contrária, luminárias de rua ou reflexos sobre vias molhadas. Se os seus olhos não tiverem um ajuste adequado, tudo isso provocará maior tensão e fadiga. Esse efeito é intensificado por falta de hidratação e bancos do carro mal ajustados, entre outros fatores que causam desconforto.

Como reduzir a fadiga ocular ao dirigir?
Lentes especiais para dirigir, como as lentes ZEISS DriveSafe, disponíveis como lentes monofocais ou progressivas, minimizam o estresse visual ao dirigir. Elas ajudam na percepção de distâncias e situações de trânsito com mais rapidez, melhoram a sua visão noturna, reduzem incômodos causados por luzes refletidas e garantem o rápido ajuste do foco de visão ao ambiente do trânsito.

Você vê com nitidez?

Abaixo, você encontrará um breve teste de visão:

  • Sintoma: Você só vê claramente objetos e texto quando os mantém à sua frente?
    Causa: Você provavelmente tem miopia.
  • Sintoma: Você vê bem os seus colegas, mas tem dificuldade de ler em uma tela?
    Causa: Você pode ter hipermetropia.
  • Sintoma: Fontes de luz pontilhada parecem compridos, não arredondados. A visão de objetos é distorcida. Luminárias de rua não têm halo nítido, parecendo ter uma "franja" e mostrando-se alongados.
    Causa: Você pode ter astigmatismo.
  • Sintoma: Você de repente se dá conta de que é difícil alternar entre objetos próximos e distantes ou vice-versa?
    Causa: Você pode ter presbiopia.
  • Sintoma: Ao ler um texto próximo, ele parece turvo? Para ver nitidamente as coisas, como texto em um livro ou smartphone, você precisa afastá-las?
    Causa: Presbiopia.
 
  • Sintoma: Você usa bastante o seu smartphone. Seus olhos queimam no fim da tarde e você frequentemente tem dor de cabeça e no pescoço?
    Causa: Você provavelmente está sofrendo de fadiga ocular digital, pois tensiona muito o músculo ciliar.
  • Sintoma: Você já não vê nitidamente placas de trânsito ou se sente desorientado pelo ofuscamento ao dirigir?
    Causa: Esses sintomas podem indicar miopia ou presbiopia combinadas com fadiga ocular associada a dirigir.
 
  • Sintoma: Dirigir causa um cansaço maior que o normal, sobretudo à noite? Você tem a sensação de que não vê tão bem quanto antes?
    Causa: É provável que os seus olhos estejam se ressentindo de fadiga ocular ao dirigir. Vários problemas de visão podem causar isso, como miopia, hipermetropia ou presbiopia. O astigmatismo também reduz a visão.
Perfil da minha visão Identifique agora seus hábitos visuais pessoais e encontre a melhor solução em lentes para você.
Encontre uma ótica ZEISS perto de você.

Artigos relacionados

Como são fabricadas as lentes oftálmicas? Das lentes de resina às lentes de cristal da ZEISS, tudo o que você precisa saber sobre a produção de lentes oftálmicas

Compreendendo a Visão 28/03/2018

Tags:

As lentes certas para uma ótima visão Quais são as melhores lentes para diferentes problemas de visão?
Deficiência vermelho-verde, cegueira para vermelho e verde e cegueira total das cores Quais são os tipos de cegueira e deficiências para cores? Como reconhecê-las?

Compreendendo a Visão 29/11/2017

Tags:

O olho humano Tudo o que você precisa saber sobre a anatomia, a estrutura e as funções do centro visual do nosso corpo.

Compreendendo a Visão 24/11/2017

Tags:

Produtos relacionados