Como a visão em cores funciona?

E o que isso significa para as pessoas que usam óculos de sol?

Nem pensamos nesse fenômeno enquanto ele ocorre: nossos olhos percebem mais de 200 tons distintos de cor, são capazes de diferenciar as nuances mais sutis e reconhecem mais de 20 níveis de saturação e 500 níveis de brilho. O resultado é visível: todos os dias assimilamos milhões de estímulos de cor – um mundo fantástico de cores que muitas vezes nos deixa sem palavras. Mas como isso acontece? Por que às vezes o céu parece azul ou vermelho, e outras vezes cinza? E o que isso tem a ver com a produção de lentes de óculos de sol? 

Os cones fazem o trabalho – é assim que a visão em cores funciona.

Nossos olhos têm dois tipos de células sensoriais: cones e bastonetes. Esses dois tipos de fotorreceptores na retina dividem o trabalho entre si e executam tarefas diferentes: os bastonetes nos permitem perceber alterações de brilho até uma determinada intensidade de luz. Os bastonetes dos olhos são essenciais para a visão noturna e crepuscular. Eles nos permitem ver tanto na claridade quanto no escuro. Os cones são responsáveis pela percepção de cor. Eles existem em três variedades distintas, cada uma reagindo a diferentes comprimentos de onda:

  1. Cones para luz azul (cones S, onde S significa "short" (curto); eles reagem a comprimentos de onda mais curtos)
  2. Cones para luz verde (cones M, onde M significa "medium" (intermediário); para comprimentos de onda intermediários)
  3. Cones para luz vermelha (cones L, onde L significa "long" (longo); para comprimentos de onda mais longos)

E como isso afeta a visão em cores? – Se uma superfície reflete, por exemplo, apenas ondas curtas, então ela parecerá azul para o seu cérebro. Se apenas ondas longas são refletidas, então vemos o vermelho. Raios de luz de comprimento intermediário nos fazem ver a cor verde. Somente percebemos cores misturadas como amarelo, roxo, laranja ou violeta quando uma superfície reflete ondas com comprimentos diferentes. Se esses tipos de cones percebem todos os comprimentos de ondas simultaneamente, então o cérebro as vê como branco.

Mas há outro fator importante que afeta a nossa percepção de cor: os objetos não só refletem as cores, como também as absorvem. Uma cereja madura, por exemplo, apresenta uma linda cor vermelha porque a superfície da fruta absorve luz verde e luz azul, refletindo apenas ondas de luz longas, ou seja, a cor vermelha. As cores que percebemos dependem da proporção e da força da luz absorvida pelas três cores azul, verde e vermelho.

Geralmente, os olhos processam um espectro de luz entre 380 e 780 nanômetros. Eles não percebem luzes de ondas mais curtas (UV) e mais longas (infravermelho), ou seja, tudo o que está abaixo e acima do espectro de luz visível.

Por que o céu é azul?

Normalmente, a luz do sol é branca porque contém todas as cores em igual medida. Se usarmos um prisma para refratar um raio de luz, veremos todo o espectro de cores da luz.

Quando o sol está brilhando no céu, torna-se fácil para a luz penetrar a atmosfera da Terra e nos alcançar. Apenas uma pequena parte azul é absorvida, e é por isso que o sol parece amarelo. Com o céu, é diferente: um céu sem nuvem parece azul porque o caminho da luz pela atmosfera é relativamente curto. As moléculas no ar, como partículas de oxigênio e nitrogênio, defletem os raios de luz e os dispersam. A luz azul de onda curta é defletida com mais facilidade do que a luz vermelha de onda longa. Uma vez que a maior parte da luz azul é refletida, o céu parece azul. A trajetória da luz pela atmosfera é mais longa quando o sol está baixo no céu, de manhã ou à noite. Apenas a luz vermelha de onda longa consegue passar. É por isso que o céu parece vermelho. Se o céu estiver nublado, ou o ar denso e úmido, a luz do sol será totalmente refletida em vez de dividida. Assim, o céu parece branco ou, se o tempo estiver ruim, cinza. Não há atmosfera na lua. O céu na lua é preto porque a luz atinge a superfície da lua sem ser defletido. Da lua, o sol aparece branco brilhante.

O que os óculos de sol fazem pelos olhos?

Lentes de óculos de sol são mais do que apenas um acessório de moda. Eles também protegem os olhos da nociva radiação UV de ondas curtas, totalmente invisível para o olho humano. Óculos de sol oferecem uma visão mais confortável e são agradáveis de usar, porque minimizam o brilho incômodo da forte luz solar. Quanto maior a intensidade da luz do sol e do brilho, como na água ou no alto de montanhas cobertas de neve, mais importante se torna a proteção dos olhos. Isso também significa que a tonalidade deve ser proporcionalmente mais escura. Tratamentos adicionais podem ajudar em condições extremas.

Eis uma regra de ouro: quanto mais neutra a cor das lentes do óculos de sol, menos ela influenciará sua visão em cores. O objetivo na produção de lentes de óculos de sol é atenuar a luz de maneira ideal e permitir a visão natural de todo o espectro de cores. Isso aplica-se em particular aos óculos de sol concebidos para dirigir carros ou motocicletas. Ao comprar óculos de sol, é crucial garantir que as lentes adquiridas sejam adequadas para dirigir. Não escolha uma tonalidade muito escura, com muita absorção. Caso contrário, a cor da lente pode afetar de forma negativa a sua capacidade de distinguir sinais luminosos de trânsito. Algumas tonalidades, por exemplo azul escuro ou vermelho, não são adequadas para dirigir. Lentes de óculos de sol com absorção superior a 25% não são adequadas para dirigir à noite ou ao anoitecer. Seja um motorista responsável – esteja atento a esses fatores! Seu oculista terá prazer em lhe dar mais informações.

Tanto por motivos de moda quanto por razões práticas, há alguns casos em que as tonalidades padrão de cinza, marrom e verde-escuro são insuficientes. Você também pode comprar lentes de óculos de sol ZEISS com qualquer tonalidade de cor que desejar. O efeito sobre a sua visão natural em cores depende da cor. Mas, depois de um tempo, os olhos se ajustarão ao filtro e seu cérebro irá sugerir a cor natural correta.

Existem muitos mitos sobre como uma tonalidade de cor em particular pode afetar a visão ou o humor. O fato é que o nível de influência positiva ou negativa de uma tonalidade colorida varia de pessoa para pessoa. É por isso que você deve experimentar diferentes tonalidades com seu oculista.

Lentes para óculos de sol de alto desempenho

Lentes de óculos de sol têm muitas tarefas: protegem os olhos da luz UV, reduzem o brilho, corrigem deficiências visuais e são um acessório de moda. Mas alguns óculos de sol são melhores que outros. Lentes de óculos de sol que aumentam o contraste podem oferecer uma experiência visual aprimorada. Existem três versões disponíveis na ZEISS:
 

  • Skylet Fun (70% de redução da luz)
  • Skylet Road (80% de redução da luz)
  • Skylet Sport (90% de redução da luz)
     
Skylet fun, da ZEISS

Skylet® fun

  • As mais brilhantes lentes Skylet®, com 70% de redução da luz
  • Uma atraente tonalidade marrom alaranjada.
  • Particularmente adequadas para clima difuso e visibilidade prejudicada, como, por exemplo, na prática de esqui, caminhada ou esportes aquáticos
  • O contraste ideal devido à curva de transmissão especial
Skylet road, da ZEISS

Skylet® road

  • Lentes de proteção solar com 80% de redução da luz para diversos usos
  • Uma atraente tonalidade marrom
  • Motoristas, motociclistas, surfistas, praticantes de caminhadas, aficionados do iatismo e ciclistas apreciam o efeito de aumento do contraste sob sol de médio a forte
Skylet, da ZEISS

Skylet® sport

  • Lentes de proteção solar marrom escuro com 90% de redução da luz
  • As lentes recomendadas para sol intenso e excesso de claridade, como, por exemplo, em geleiras, em áreas de montanhas altas, na água e para voar
expandir
recolher

Como os nomes sugerem, essas lentes de óculos de sol são concebidas para diferentes áreas de utilização. Todas aumentam o contraste de cor. Você tem uma visão mais clara e mais confortável, mesmo em luz difusa ou claridade extrema. Faça o teste no seu oculista.

Como as lentes de óculos de sol aumentam o contraste?

Nós já aprendemos que a luz solar direta é dispersada. A parte azul da luz é a mais dispersa devido às partículas no ar que fazem com que o céu pareça azul sob a luz solar forte. As lentes de óculos de sol Skylet amortecem a parte azul da luz usando um filtro especial, que melhora significativamente a sua visão de contraste. O truque é atenuar a parte azul da luz para que as cores pareçam naturais. Com as cores Skylet não existem "bloqueadores azuis" que filtram completamente a luz azul.

A tecnologia ZEISS SONAR para óculos de esqui vai um passo além. O brilho na neve é um verdadeiro desafio para os seus olhos. É especialmente importante que você seja capaz de ver a pista ao esquiar em alta velocidade. Essas lentes de óculos de esqui permitem a passagem de uma porcentagem maior de luz azul, entre 380 e 420 nm, enquanto a faixa de comprimento de onda entre 420 e 520 nm é fortemente filtrada. É por isso que esses filtros têm uma aparência vermelha/alaranjada. Essa cor vermelha/alaranjada facilita muito a visão das condições de neve e da pista.  

Óculos standard

Óculos ZEISS Interchangeable com tecnologia de cores SONAR

Óculos standard Óculos ZEISS Interchangeable com tecnologia de cores SONAR

Eis um fato interessante: Se você sofre de uma deficiência de cor vermelho-verde (não daltonismo), as lentes de óculos de sol Skylet podem melhorar a sua visão.