Resumo: Divisão forçada

1945

Destruição parcial da fábrica de Jena durante a Guerra. Tropas norte-americanas levam 126 executivos da empresa e cientistas para a zona de ocupação

1946 Na recém formada empresa "Optische Werke Oberkochen" – que depois se tornaria Carl Zeiss – os executivos deportados continuaram operando a empresa fundada
1948 Desapropriação das fábricas Zeiss e Schott da Fundação Carl Zeiss em Jena. Ambas se tornam empresas controladas pelo governo: VEB (empresa das pessoas) Carl Zeiss JENA e VEB Jenaer Glaswerk
1949 Heidenheim se torna o domicílio legal da Fundação Carl Zeiss. Em seus domínios individuais de atividade, as empresas Zeiss do Leste e do Oeste se tornam líderes de tecnologia no campo da ótica
1965 A VEB Carl Zeiss JENA se torna a empresa líder da indústria de mecânica de precisão e de produtos óticos na Alemanha Oriental. Início do processo de formação de uma “combinação” 
1971 Assinatura do Acordo de Londres entre as duas empresas para a utilização dos nomes e das marcas registradas contendo a marca “Zeiss”