Back To Top

Busca Lojas Conceito ZEISS e i.Terminal

Categoria

Como lentes de prescrição modernas maximizam o seu potencial de visão

Uma conversa com a ZEISS sobre testes holísticos de visão e lentes de prescrição otimizadas para visão binocular.

Todos os usuários de óculos conhecem testes de visão ou de refração subjetiva. O optometrista encaixa uma armação de teste no nosso rosto e nos pede para ler letras, números ou dizer o sentido de abertura de anéis em tamanhos diferentes projetados sobre uma superfície. Depois de inserir diferentes lentes de medição na armação de teste, nós indicamos se elas nos fazem ver melhor ou pior. Nesse processo passo-a-passo, o optometrista encontra exatamente as lentes de prescrição que nos permitem ver de forma clara e nítida. Mas existe alguma maneira melhor e mais precisa do que esta? A MELHOR VISÃO conversou com Carsten Kreß, gerente de produto de instrumentos ópticos oftálmicos na Carl Zeiss.

MELHOR VISÃO: O teste de visão é a parte mais importante do processo de compra das lentes. O que caracteriza atualmente uma refração subjetiva moderna?

Como lentes de prescrição modernas maximizam o seu potencial de visão

Carsten Kreß, gerente de produto de instrumentos ópticos oftálmicos na Carl Zeiss

Carsten Kreß: Você tem razão. Na ZEISS, o nosso objetivo com relação ao teste de visão é maximizar a visão de cada paciente individual. Isso pode parecer óbvio, mas nós realmente queremos que os usuários de óculos obtenham exatamente as lentes de prescrição que lhes permitam usar toda a visão que têm disponível. Não tentamos apenas alcançar o que é normalmente chamado de "100%" de acuidade visual – em vez disso, almejamos o máximo e isso pode variar muito, dependendo do indivíduo.


MELHOR VISÃO: Quais são os requisitos para isso?


Carsten Kreß: As condições do teste com relação à própria refração subjetiva são cruciais. Tradicionalmente, os testes de visão ainda são feitos com frequência por meio de projetores que projetam os optótipos em uma parede. No entanto, a sala do teste de visão deve ser escurecida para que os optótipos sejam vistos com o máximo de contraste possível. Isso pode ser uma desvantagem, pois as condições de luz geralmente diferem daquelas experimentadas no uso posterior da correção.


Por isso, a ZEISS vem desenvolvendo instrumentos de medição com optótipos retroiluminados desde 1958. Isso significa que a refração subjetiva pode ser realizada em condições de iluminação diurna. O dispositivo atualmente utilizado para medição de distância é o i.Polatest® eletrônico, que mostra os optótipos numa tela de LCD especialmente modificada. Outra vantagem desse instrumento de teste de visão é que são gerados novos optótipos a cada uso. Assim, o examinador pode oferecer aos pacientes uma nova seleção para ler sempre que necessário, impedindo a fadiga ou a memorização. Ele também permite que optometristas usem diferentes optótipos, tais como letras, números, anéis de Landolt, escala de Snellen ou até mesmo símbolos para crianças ou pessoas analfabetas.


Um instrumento semelhante também está disponível para testes de visão de perto, óculos de leitura ou óculos para o local de trabalho. Um teste de visão é executado com um dispositivo manual móvel, Polatest ® N Classic, na distância habitual de leitura e de trabalho do paciente. Por exemplo, imagine um músico que precisa ser capaz de ler sua partitura com precisão a uma certa distância. Lentes de prescrição podem ser otimizadas com precisão para essa distância de leitura, se ela for levada exatamente em consideração durante a refração subjetiva.


MELHOR VISÃO: É verdade que o i.Polatest® permite efetuar o teste de visão em ambos os olhos ao mesmo tempo? Por que isso é tão importante?

i.Polatest®

i.Polatest®

Carsten Kreß: O fluxo de trabalho é o seguinte. Primeiro, o optometrista otimiza a lente de prescrição para um olho com i.Polatest® e, em seguida, para o outro separadamente – uma medida monocular padrão. No entanto, como o paciente geralmente tem dois olhos envolvidos no processo de visão, a interação dos olhos deverá sempre ser testada. É por isso que nós oferecemos testes de polarização para os dispositivos Polatest® – aliás, é daí que vem o nome Polatest®.

Também integramos testes binoculares que permitem o diagnóstico de heteroforia. No fim das contas, os testes binoculares têm um objetivo: uma visão boa e relaxada, com os dois olhos em simultâneo. As lentes de medição encontradas dessa forma podem ser transferidas para as lentes de prescrição para uso diário.


O que é heteroforia?


Se a visão binocular é normal, os dois olhos vêem o objeto em questão de forma idêntica. Com a heteroforia, há um desequilíbrio dos músculos do movimento do olho, o que exige da pessoa afetada uma grande quantidade de energia para tornar a visão possível. Se os olhos tomassem a posição mais livre de tensão, o resultado seria a visão dupla. Pessoas que sofrem de heteroforia estão sujeitas à compulsão (involuntária) de compensar esse problema de visão, o que resulta em uma grande variedade de queixas. A comparação mais próxima é um desvio da estrutura normal do corpo, por exemplo, uma perna é ligeiramente mais curta do que a outra. Isso muitas vezes resulta em dor nas costas e tensão, que são fáceis de compensar com uma palmilha adequada. Óculos com lentes prismáticas podem compensar a heteroforia.

 


Carsten Kreß: Muitas pessoas nem sequer sabem que têm problemas binoculares. Por exemplo, há pacientes que sofrem de graves queixas associadas à tensão (tais como dores de cabeça, ardência nos olhos ou grande sensibilidade à luz), problemas de leitura, percepção de profundidade reduzida ou tensão muscular permanente devido a uma ligeira e despercebida inclinação da cabeça, que não foram diagnosticadas apesar de exames aprofundados. Essas pessoas sofrem muitas vezes de uma heteroforia não diagnosticada, que pode ser corrigida normalmente com óculos de prisma. Mas não se preocupe, as lentes de prescrição não são pouco atraentes em termos estéticos para o usuário. Um teste de visão binocular ou de polarização pode esclarecer o assunto, em conjunto com um histórico médico completo.

 

MELHOR VISÃO: Como esses testes funcionam?


Carsten Kreß: Tal como nas medições monoculares, o paciente olha para o dispositivo de teste de visão. A tecnologia especial – semelhante à projeção 3D – mostra apenas as partes do teste para um olho de cada vez, enquanto o ambiente de teste é visto normalmente pelos dois olhos. Medidas corretivas que podem melhorar a medição da visão binocular são derivadas das declarações do paciente sobre como percebe o teste, ou seja, se todos os componentes do teste são vistos simultaneamente ou se partes do teste estão deslocadas.


Um método para corrigir a visão binocular, comum em países de língua alemã, foi desenvolvido por H.-J. Haase antes de 1953, e leva seu nome: o método de medição e correção Haase, abreviado para MKH em alemão. No entanto, dependendo do histórico médico, os optometristas também podem utilizar outros testes binoculares e métodos com o i.Polatest® para equilibrar a visão binocular.

 

MELHOR VISÃO: As crianças também podem sofrer de heteroforia?


Carsten Kreß: Claro que sim! Em geral, é extremamente importante verificar regularmente a visão de crianças e bebês. É incrível como o nosso cérebro simplesmente compensa muitos problemas de visão – especialmente em crianças. O olho com melhor visão geralmente faz todo o trabalho e a impressão visual mais pobre é simplesmente suprimida. Quanto mais cedo o problema for detectado e as providências forem tomadas, melhores as chances de se tratar as deficiências de visão específicas e ajudar as crianças a desenvolverem a visão binocular. Nem sempre é necessário um teste oftalmológico completo. Por exemplo, os próprios pais podem testar os movimentos de seguimento ocular com testes de mobilidade: basta mover um objeto pelo campo de visão da criança a partir de várias direções e observar como os dois olhos seguem o objeto, de maneira uniforme, de forma irregular ou com saltos. Se um dos olhos reage de forma diferente, recomendamos que a criança seja examinada por um oftalmologista.


Sabe-se agora que alguns distúrbios como a dislexia, a agitação e a falta de concentração ou TDAH em crianças podem estar relacionados com problemas de visão.


Testes de visão podem ser realizados com crianças assim que elas começam a falar. Antes disso, a observação ou outros métodos de medição podem ser utilizados, por exemplo, para bebês prematuros.


MELHOR VISÃO: Por que muitos oftalmologistas realizam testes de visão objetivos antes da refração subjetiva?


Carsten Kreß: Os testes de visão objetivos geralmente são realizados com autorefratores. Para isso, o paciente olha para o dispositivo e a ametropia é automaticamente medida para cada olho, consecutivamente. Na ZEISS, o autorefrator se chama i.Profiler® e realiza as medições utilizando tecnologia de frente de onda. Essa tecnologia permite a medição de aberrações de ordem superior que, por sua vez, podem ser utilizadas para otimizar a correção de lentes de prescrição para situações de baixa luminosidade (como o anoitecer e o crepúsculo). Uma das vantagens de se realizar primeiro um teste de visão objetivo é clara – não submeter os pacientes a uma tensão excessiva na sala de teste com exames demorados. O i.Profiler® oferece ao oftalmologista resultados de medição bastante reveladores em muito pouco tempo, o que lhe permite começar a refração subjetiva imediatamente e otimizar as lentes de prescrição de forma abrangente – com medição binocular também.

Legenda dos resultados do teste ocular:

Durante o test ocular é determinado o valor de refração da correção óptica do olho, sem deixar que o olho crie uma imagem nítida por acomodação (ajuste dinâmico individual do poder de refração do cristalino).

0,00 dpt (dioptrias) = Visão normal (emetropia)

Diferente de 0,00 dpt (dioptrias) = ametropias

p. ex.: sph +2,00 dpt (dioptrias) = miopia ou hipermetropia – também em caso de presbiopia; isso é então chamado de adição (ad)
p. ex.: sph -1,00 dpt (dioptrias) = miopia

cyl 1,00 dpt (dioptrias) = ametropia cilíndrica (astigmatismo) – o olho vê pontos como barras ou linhas

Artigos relacionados

A configuração de suas Lentes Customizadas ZEISS
Apenas seus óculos podem fazer isso!
Uma checklist ao comprar novos óculos
A óptica oftálmica atualmente: Como a consulta óptica mudou nos últimos 10 anos
Os óculos refletem a personalidade de uma pessoa
 

Este website usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos websites e armazenados em seu computador. O uso de cookies é uma prática comum que permite melhorar o desempenho e a visualização dos sites. Ao navegar em nossos sites você está concordando com o seu uso. mais

OK