A História da Empresa de Carl Zeiss

A fábrica de mecânica de precisão e ótica aberta por Carl Zeiss em Jena em 1846 já desfrutava de um período mantido de prosperidade durante seus primeiros anos. Com base nas realizações científicas de Ernst Abbe, uma atuante global no campo da ótica gradualmente se desenvolvia. Esse período de sucesso se prolongou por um século. A divisão forçada da Alemanha, em consequência da Segunda Guerra Mundial, criou duas empresas Carl Zeiss.

Com as mudanças políticas na antiga Alemanha Oriental em 1989/90, as duas concorrentes se reuniram para formar uma única empresa em 1990. Reunida, a Carl Zeiss ficou mais forte que nunca antes em sua história acidentada. Hoje, a empresa olha para o futuro com otimismo e antecipação.

Como tudo começou

Em 17 de novembro de 1846, Carl Zeiss, um mecânico de 30 anos, abriu uma fábrica e uma pequena loja na rua Neugasse Nº 7 em Jena. Em apenas alguns meses, Zeiss, que não só tinha uma base teórica sólida e uma boa experiência prática, mas também era bem relacionado com cientistas e matemáticos da Universidade de Jena, já havia formado uma clientela para quem ele consertava aparelhos científicos e instrumentos ou os produzia de acordo com as especificações do cliente. Além disso, ele oferecia óculos, escalas químicas, aparelhos de desenho, telescópios, etc. Em 1847, seu sucesso nos negócios encorajou Zeiss a contratar um assistente e um aprendiz, e a alugar duas salas na rua Wagnergasse Nº 34. No verão de 1847, seguindo o conselho de seu professor, o botânico Mattias Jacob Schleiden, Zeiss direcionou sua atenção para montar um microscópio simples. Em setembro de 1847, ele produziu o primeiro microscópio lupa.

No início dos anos de 1850, houve um aumento na demanda de instrumentos de observação nas fábricas de Zeiss, que agora gozava de uma boa reputação entre os microscopistas por causa de seu trabalho meticuloso. Na época, o nível de interesse mostrado pelos cientistas e pelos profissionais médicos em microscópios compostos vinha crescendo, pois esses eram os únicos instrumentos que ofereciam as mais altas ampliações que eles desejavam. O gasto de tempo do método acerto/erro necessário para construir sistemas óticos impediu Zeiss, inicialmente, de montar tais instrumentos, particularmente porque ele estava convencido de que deveria existir algum meio científico de determinar os elementos individuais dos sistemas óticos. Entretanto, a competição o forçou a construir os microscópios compostos da maneira tradicional a partir de 1857. 

Os primeiros anos

A Carl Zeiss é uma empresa com uma longa tradição que foi fundada por Carl Zeiss em 1846 em Jena como uma fábrica de mecânica de precisão e ótica.

A partir de 1872, os microscópios feitos em Jena eram construídos com base em cálculos científicos, exibindo, assim, propriedades óticas consideravelmente melhores. Essa liderança tecnológica, que garantiu o reconhecimento global da empresa, é atribuída ao físico e matemático Ernst Abbe, que se tornou um sócio oculto na fábrica de ótica em 1876.

A teoria de Abbe sobre a formação de imagens no microscópio e a “condição seno”, que leva seu nome, formam a base de toda a ótica de alta performance.

Este website usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos websites e armazenados em seu computador. O uso de cookies é uma prática comum que permite melhorar o desempenho e a visualização dos sites. Ao navegar em nossos sites você está concordando com o seu uso. mais